Vereadora Amanda Gurgel (PSTU/Natal) critica projetos que afetam a liberdade de ensino e aprendizagem dos professores e comprometem o princípio da autonomia pedagógica. Amanda denunciou o projeto de lei do deputado Rogério Marinho (PSDB), que tramita na Câmara Federal, e condenou a proposta do deputado estadual de Alagoas, Ricardo Nezinho (PMDB), que foi aprovada pela Assembleia Legislativa daquele estado. Ambas as iniciativas proíbem os professores de emitirem opiniões políticas e até preveem censura e punição, podendo chegar à demissão. A vereadora do PSTU convocou professores e estudantes a desobedecerem a esta lei. “Não podemos aceitar essa lei da mordaça.”, defendeu.

Facebook Comments